Hollywood in Kodachrome

Acho que a forma que vejo o glamour da old Hollywood poder ter muita influência das cores vivas capturadas nas fotografias pela Kodachrome.

livro fotografia 40s - maisondadi

Me dei conta nessa semana, quando descobri o livro Hollywood in Kodachrome, do fotógrafo David Wills e do designer Stephen Schmidt. Já está na minha lista de desejos!

Yvonne De Carlo - maisondadiYvonne De Carlo

O livro reúne imagens de personalidades do cinema e da música da década de 1940. Todas restauradas com o melhor da tecnologia atual, as fotos vintage, algumas raras e outras inéditas, gritam vivacidade!

hollywood in Kodachrome book - maisondadi

Frank Sinatra e Gregory Peck

lucille ball - maisondadi

Lucille Ball

ava gardner - maisondadi

Ava Gardner e Rita Hayworth

Marlene Dietrich - maisondadi
Marlene Dietrich

O cabelo ruivo caliente de Lucille Ball, o olho azul de Ava Gardner, o batom vermelho levemente alaranjado da Marlene Dietrich são alguns do destaque, assim como a composição de cores na cena de um musical do incomparável Fred Astaire. <3

Fred Astaire - maisondadi

Gostou? Você pode comprar no http://www.amazon.com! ;)

Publicado em Fotografia | Com a tag , , , , Deixe um comentário


D.I.Y: sweet from Mendl’s / The Grand Budapest Hotel

Oie!! Estou super empolgada com esse post!!! Desde que vi o filme (atualmente um dos meus favoritos) “O Grande Hotel Budapeste” estava querendo fazer o doce da Mendl’s.

patisserie mendls - the grand budapest hotel - maisondadi

Quem acompanha a Valentina Mag deve estar ciente do editorial-capa que fizemos para a edição especial cinema, inspirado no mundo do Wes Anderson. Fiz até a caixinha do doce…! Falarei em breve aqui no blog sobre os bastidores da produção, aguardem!

caixa mendls

Mas hoje o assunto é gastronômico pois, com a ajuda no namorido chef, tirei o último sábado para fazer o Courtesan au Chocolat e claro, um tutorial pra compartilhar aqui no blog. No longa, a delícia é produzida na fictícia doceria Mendl’s – que depois de pesquisar, descobri que foi criada pela doceria local de Golitz, Polônia, onde o filme foi filmado. E quem assistiu “O Grande Hotel Budapeste” sabe que ele é um personagem muito importante na história. Como não curto spoilers, não vou me aprofundar muito na história. Dito isso, vamos ao que interessa! Abaixo segue a minha versão do doce:

INGREDIENTES DA MASSA

output_84hTze

A massa é feita a partir da pâte à choux, massa de origem italiana, a mesma usada para profiteroles e bombas! Ela foi inserida na culinária francesa pela nobre italiana Catherine de Médicis, por volta de 1546.

- 100 g de farinha de trigo
- 100 g de manteiga sem sal
- 100 mL de água
- 1 pitada de sal  e 1 pitada de açúcar
- 4 ovos

INGREDIENTES DO RECHEIO

output_VWF2FY

- creme de leite
- 1 tablete de chocolate meio amargo

INGREDIENTES DA COBERTURA

output_6Q0Yzn

- açúcar* (mas esse é o de confeiteiro)
- leite
- corante em gel rosa, azul e verde
- copo descartável (depois eu achei meus ramequinhos e acabei descartando os copos)

Continue lendo

Publicado em Cozinha, D.I.Y | Com a tag , , , , Deixe um comentário


Livro: O Presente do Meu Grande Amor

Sei que já estamos em um clima totalmente diferente do final de dezembro, mas fiquei postergando tanto pra acabar de ler esse livro que só agora resolvi postar sobre ele. Não poderia dar o meu parecer sem ter lido… rs.

livro - o presente do meu grande amor

“O Presente do Meu Grande Amor” foi um dos presentes que me mais gostei de ter ganhado no Natal e o mais legal é que foi o Ricardo quem me deu! Aquela que tenta brincar com o nome do livro e com o fato do meu grande amor ter dado! Hahaha

livro com histórias de natal

Como uma boa natalfreak, amei ter lido!! É uma compilação de contos com histórias de Natal e Ano Novo! Ao todo são doze histórias escritas por doze escritores incríveis. Tem Rainbow Rowell, Jenny Han, Gayle Forman… Stephanie Perkins, que por sinal, editou o livro. São histórias cativantes, com aquele clima gostoso de fim de ano.

livro de natal

Minha vontade era ter vivido em todos os contos, só pra ter conhecido alguns personagens e ter passado por certas experiências. As histórias são objetivas e conseguem mostrar a magia da época das celebrações.

livro resenha o presente do meu grande amor

Tem a família chata, aquela deprê que bate antes da meia-noite no réveillon, histórias na neve, presentes, entre outros mil assuntos…  Eu indico! ;)

Publicado em Literatura | Com a tag , , Deixe um comentário


A Chanel pirou? rs

Hoje o post é um desabafo. Ontem a minha timeline no FB ficou lotada de comentários maldosos sobre o desfile da Chanel, apresentado ontem em Paris. Li tanta crítica e xingamentos ao Karl Lagerfeld que tirei alguns minutos da minha noite para ver atenciosamente look por look e tentar entender o porquê.

Chanel Couture Colletion Spring Summer 2015 in Paris

As pessoas reclamam tanto, mas tanto da mesmice que certos comentários provocam até risadas, pois se o que vemos toda hora está ruim, por que quando uma grife desse porte resolve ousar é apedrejada? O mesmo é ruim e o diferente é pior, como pode? hahaha

O diretor de criação da Chanel é o Karl e não a Coco Chanel. A grife, para mim, continua com as mesmas qualidades desde a época de Coco, que são: feminilidade, releituras de peças consideradas masculinas para mulheres e o principal, a ousadia.

Todo mundo precisa se atualizar, falar a língua do público e clientes que vivem o presente. Sou aficcionada pelo universo vintage e fico pensando como alguns atores, estilistas e artistas antigos que gosto seriam hoje em dia. E sempre penso que eles iriam continuar com suas essências, mas viveriam o presente.

Chanel : Runway - Paris Fashion Week - Haute Couture S/S 2015

Tá certo que o charme e o glamour que a Chanel sempre vendeu é incrível e faz muitas meninas e mulheres pelo mundo a fora suspirar (eu sou uma delas). Mas estamos em momento de transição e viver no passado só faz a gente regredir. A ousadia e a possibilidade de mudanças ainda assustam as pessoas.

Se olharmos atentamente pros looks, percebemos nitidamente as inspirações de Coco e detalhes de praticamente todas as épocas que ela esteve no comando da criação da sua grife. A diferença é a linguagem, que ao meu ver, está atual. Outro detalhe importante, por mais que revistas e planos de marketing induzam um certo tipo de público, as grifes, por mais poderosas que sejam, precisam vender e com o boom das blogueiras, instagramers e internet influencers que vemos por aí, o produto tem que agradar diversos tipos de tribos.

chanel desfile - maisondadi

As modelagens clássicas e minimalistas de tailleur continuam, assim como chapéus conceituais. O que está de diferente? Cores fortes e inserção do high-low.

chanel ss 2015 couture - maisondadi

A brincadeira de posicionar bolsos em lugares incomuns em um conjunto com inspiração clássica com um gorro repleto de pedraria é genial, é como vemos nas fotos de street style que curtimos por aí. Assim como o material no conjunto verde, que tem a marcação da cintura da década de 1920, época que Coco entrou pro segmento da moda. Já o terceiro look é lindo pra um tapete vermelho despojado, sem falar que é a cara da Victoria Beckham, não? Uma Chanel com inspiração urbana.

chanel ss2015 - maisondadi

O preto e branco clássico da grife está na coleção. O que os críticos facebookianos viram de ruim? Eu vejo looks joviais, fashionistas e livres. Acreditam que eu li um comentário limitado e preconceituoso, falando que “mulher Chanel” não baixaria o nível mostrando a barriga? Eu ri tanto que fiquei até com preguiça de enumerar tamanha ignorância. Mas vamos lá…

1) Rotular uma mulher que veste Chanel é ridículo. Ela pode vestir a marca pelo valor de status que a grife representa na moda. Ou pelo simples fato de adorar a história da Chanel. Ou por realmente achar as peças de ótima qualidade e se sentir confortável nelas. Pra que generalizar algo em cima do que você acredita ser?

2) Vamos parar com esse preconteito de estilos diferentes. Já deu, né?

chanel ss 15 - maisondadi

Texturas, desconstruções e mix de materiais. Quem viu filmes biográficos da Coco ou estudou sua história sabe que ela adorava explorar tecidos considerados não apropriados para a moda e misturar estilos. E como ela mesma dizia: é importante quebrar esteriótipos.

Os desfiles contam a história da coleção. Se você não for uma celebridade, modelo ou alguém que necessite vender a peça em seu corpo (ou receba para isso), verá que as tendências são mostradas pelos detalhes, modelagens, cores, acabamentos, texturas e afins.

A moda é para ser divertida. Quem leva a moda a sério não curte explorar seu estilo pessoal. E eu tenho certeza que a maioria dos reclamões do desfile da coleção primavera-verão 2015 adorariam ter ou vestir uma das peças e usar por aí. Claro que não necessariamente na mesma combinação apresentada na passarela. Quem viu “O Diabo Veste Prada” e estudou moda sabe que as mesmas peças desfiladas nas capitais de moda estarão em praticamente todas as lojas do mundo todo (releituras e peças com seus diferenciais, claro).

A verdade é que o povo gosta de reclamar! Afe!
Não gostar da coleção é uma coisa, todos possuem o direito de opinar. Mas julgar o trabalho inteiro de um estilista e a história de uma marca em cima de alguns looks que não agradaram é tão chato… rs.

Publicado em Moda | Com a tag , , , Deixe um comentário


Domingo em tons pastel

Eu costumava detestar domingos e depois de refletir, vi que não havia razão para esnobar nenhum dia da semana, do mês, do ano…  Além do mais, o Ricardo (aka namorido), folga aos domingos. \o/

macarons rio de janeiro - maisondadi

No último final de semana tive uma surpresa, pois uma caixa de macarons veio acompanhando ele. Para quem ainda não sabe, o Ricardo é sous chef da I+D (catering de alta gastronomia) aqui do Rio de Janeiro. E a chef Jessica Torres, confeiteira de primeira, faz doces deliciosos. E os maracons não são exceção!

macarons - maisondadi

macarons candy color-maisondadi-2

Sem esperar muito tempo comi um de frutas vermelhas. Gosto das sensações que a comida me dá. Não há palavras para descrever o prazer que tenho em comer um doce. Abocanhar um macaron e mergulhar nas camadas de texturas e sabores, até chegar no clímax, o recheio… nhami!

macarons encomendas rj - maisondadi

macarons brigadeiro - maisondadi

Na caixinha tinham macarons de frutas vermelhas, limão e para minha felicidade, brigadeiro! Nunca tinha comido o de brigadeiro e depois de experimentar, me arrependi de não ter sido a minha primeira escolha pra comer rs.

macarons encomenda - maisondadi

macaron limao - maisondadi

Por mais que eu seja uma chocólatra assumida e apaixonada por frutas vermelhas, meu preferido é o de limão. Acho que a combinação do cítrico com a estação atual faz o casamento perfeito, é muito amor!

Gostou? Para encomendar os seus macarons com a Jessica é só entrar em contato pelo email eventos@imaisd.com.br. Curta a página da I+D e fique por dentro do universo da empresa. ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Publicado em Cozinha | Com a tag , Deixe um comentário